Escalas Mãos Juntas

NÃO ENTRE EM CRISE!

É só guardar a regrinha e pronto!

Como foi visto, o padrão do dedilhado sempre será o mesmo:

2.3.1 | 2.3.4.1 | 2.3.1 | 2.3.4.1 | 2.3.1 | 2.3.4.1

Quando tocamos a escala em Movimento Contrário, é prazeroso porque os dedos são os mesmos e é uma boa forma de entrar no estudo inicial.

A mão direita usa a regra acima em movimento ascende e a esquerda a mesma regra em movimento descende.

Não basta só exercitar os dedos se você não observa o que acontece no teclado.

Perceba que os dedos 3 das duas mãos sempre caem juntos, isto é, 3 na esquerda com o 3 na mão direita.

Os polegares (é o polegar que alonga a sua mão, senão teríamos que ter 88 dedos – UAU – seríamos um polvo e não um povo – kkk).
Então, os polegares tocam em teclas diferentes – SOL na esquerda e FÁ na direita e na próxima oitava no nome da tonalidade – no caso DÓ M.

No Movimente Direto as coisas mudam porque a mão direita sobe com a regra ascendente, mas a mão esquerda faz o inverso.

É normal dar pane no seu cérebro!

DEDÃO
o dedo nº1 da mão

fique esperto(a)

dedo 3 sempre juntos

polegar no nome da escala

Ao começar a tocar, bem lentamente, observe que os dedos 3 de ambas as mãos sempre caem juntos e o polegar sempre no nome do tom que está estudando.
Dê tempo para a observação das mãos e ative a concentração.
A rapidez só será adquirida se você automatizar o padrão.
Então vá acelerando à medida que você sente que tem o controle das passagens.

DICA

Toque a escala de DÓ M até a próxima oitava.
Ao finalizar, você estará com os dedos 5 da mão direita e 1 na mão esquerda.
Na mesma tecla passe para os dedos iniciais novamente - m.d. 1 e m.e. 5 - e perceba que a regra inicia novamente.
Treine assim e depois tire a passagem de dedo sobre a tecla e continue a regra.

Pressione os dedos 2-3 e passe o polegar por baixo indo e voltando várias vezes sem soltar a dupla.

Se der para segurar os dedos 2-3-4 e passar o polegar por baixo, legal!
Mas se estiver fazendo esforço, solte o dedo 2 e se precisar também o 3 e trabalhe o polegar.

As escalas que começam com teclas brancas usam os dedos 1 na m.d. e 5 na m.e.

EXCEÇÕES

A escala de Si e Fá fogem à regra por causa da proibição:

DEDOS 1 e 5 NÃO SE COLOCAM EM TECLAS PRETAS

VEJA

Se você começar a escala de SI Maior com o 5º dedo na mão esquerda, notará que o polegar cairá numa tecla preta – Fá# –
e a regra diz que
é proibido o dedo 1 ou o 5 em teclas pretas.

Precisamos então começar com o 4º dedo para dar certo.

 

Repare também que é mais simples prestar atenção nos polegares pois eles sempre caem juntos.

Se existe uma escala em tecla branca que começa com o dedo 4 na mão esquerda,
é porque existe uma similar que terminará com o dedo 4 na mão direita.

Essa escala é a de Fá M.


Da mesma forma que em Si M, os polegares caem sempre juntos.

Nas escalas que começam com teclas pretas,
faz com que o grupo dos dedos 2-3 e 2-3-4 se desloquem ficando assim mais difícil para o visual mas,
a regra permanece a mesma.

veja abaixo o visual de mãos separadas

As Escalas Maiores de:

Dó# ou Réb | Fá# ou Solb |Si ou Dób

Como já foi visto, levam os mesmos dedos nos grupos de 2 pretas e 3 pretas
sendo que a mudança será nas teclas brancas a serem escolhidas, isto é,

Si | as brancas são SI e MI

Fá# | as brancas são SI e MI#

Dó# | as brancas são MI# e SI#

VEJA DE MÃOS JUNTAS

A Escala de Dó# M, o padrão é igual em ambas as mãos.

Em Dó M o padrão se mantém porém em momentos diferenciados.

VEJA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *