Estudando Piano


Para estudar uma obra, não basta apenas ler as notas e o ritmo.

É preciso “LER TUDO”!

E para ler tudo faz-se necessário a análise da obra.

Para poder analisar precisamos de ferramentas básicas e estas páginas vão mostrar o básico sem aprofundamento.

Apenas o básico para, ao estudar a obra, se atente aos detalhes que o compositor escreveu.

É através da análise que se entende o caminho poético que o compositor percorreu.

Com certeza teremos maior proveito e o entendimento nos levará a ter mais  vontade de estudar para ouvir essa poesia que é tão subjetiva porém, cheia de emoções.

Então vamos lá!!!

piano03

SEU CORPO AJUSTADO AO TECLADO

A primeira coisa a se pensar ao estudar ̩ na altura e dist̢ncia do banco em rela̤̣o ao piano Рou teclado.

O conforto ̩ fundamental assim como o apoio do corpo no banco dividido entre o cḥo Рos p̩s.

ALTURA DO BANCO

Para medir sua altura, relaxe totalmente os ombros e coloque as mãos sobre o teclado.
Se o cotovelo estiver muito acima ou abaixo do teclado, regule o banco para que ele fique em alinhado ao teclado.

DISTÂNCIA DO INSTRUMENTO

Sente mais na ponta do banco para deixar livre a coxa para o uso do pedal (mesmo que não o use).
O corpo deverá fazer um L, porém, um L levemente inclinado – como um L em itálico L.
O inverso – itálico ao contrário – NEM PENSAR!!!

Perceba que uma leve inclinação, L, faz você sentir melhor o apoio no chão e se você colocar o corpo inclinado ao contrário, o apoio dos pés passou mais para o banco.
Com a posição L o cotovelo fica mais livre e não tão “grudado” ao corpo. Mais liberdade gestual.

inclinação para trás

leve inclinação

.

POSIÇÃO DAS MÃOS

DIGITAÇÃO

Os POLEGARES ditam a ordem dos dedos.

O posicionamento é o mais natural possível.

Imagine uma bola no centro da palma da mão. Os dedos ficam ligeiramente curvados.

Os dedos têm três falanges.

A primeira falange é responsável pelo ARCO da mão.

Tocamos com a terceira falange Рcom a polpa do dedo e ṇo com a ponta.
Devemos tomar o máximo cuidado de não quebrar as falanges pois ao quebrar perde-se a resistência do dedo e consequentemente o resultado sonoro será outro.

Repare que a primeira falange (em verde) do POLEGAR começa no punho, no início da mão.
Por esse motivo é que podemos escondê-lo por trás da mão parecendo que temos quatro dedos ligados a ela.
Ele é o responsável pela elasticidade, ou seja, é o dedo que passará por baixo da mão.

TUDO PREPARADO, ENTÃO VAMOS LÁ...